Destaque
Capa / Bahia / Serra Preta: Distrito de Bravo tem uma das melhores feiras livres da região
Serra Preta: Distrito de Bravo tem uma das melhores feiras livres da região

Serra Preta: Distrito de Bravo tem uma das melhores feiras livres da região

Feira do Bravo é uma das mais movimentadas da região.

Os sábados pela manhã do distrito de Bravo, município de Serra Preta, são muito atraentes para quem gosta de uma movimentada feira livre na praça. É o dia que boa parte dos negociantes da região realiza negócios, marca encontros ou mesmo se distrai acompanhando o vai e vem dos feirantes.

Mais de 10 mil pessoas circulam em torno da feira livre do Bravo. A feira começa a partir da sexta-feira à noite com a chegada de feirantes de Ipirá, Anguera, Ipecaetá, Santo Estevão e toda a região, principalmente da zona rural. Na feira livre do Bravo se vende de tudo! De animais a verduras; De roupas a utensílios domésticos.

A feira livre também movimenta o comércio local, o mais desenvolvido do município de Serra Preta. São poucas as pequenas cidades baianas que superam a rede comercial do distrito de Bravo, com destaque para os supermercados, lojas de material de construção, frigoríficos e bares.

Foto da Feira Livre do Bravo em 2001

Há 25 anos, o principal meio de transporte para os consumidores da zona rural frequentar a feira livre do Bravo era as montarias. Hoje, os animais foram substituídos pelas motocicletas e carros de variadas as marcas. Tal transformação possibilitou o surgimento de oficinas mecânicas e lojas de autopeças no distrito.

Além de expor os produtos da economia familiar, a feira livre do Bravo também é palco para apresentações de artistas do povo. Não é difícil encontrar rezadores, samba de roda, trio de forró, círculo de capoeira e muitas outras manifestações culturais.

 

Precisa de organização

O crescimento foi considerável, porém, a feira livre do Bravo necessita de uma atenção melhor na organização. Pouco se encontra fezes de animais nas ruas, mas o trânsito se tornou sem regras. Não há regras claras para se estacionar um veículo. Todos os espaços possíveis são disputados. As leis de trânsitos parecem não existir em Bravo durante a feira livre.

Outro problema é o controle do barulho de carros de som. Em período eleitoral é preciso acordo judicial entre os candidatos, mesmo assim, confusões acontecem. Donos de carros particulares disputam seu gosto musical impondo som alto nos bares. Solicitar para baixar é quase uma ofensa.

Em Gravatá – PE, o poder público organizou a feira livre a pedido dos feirantes

Mas muitos fazem apelo para organização da própria feira livre. As barracas de madeiras precisam ser trocadas ou mesmo padronizadas. Setores de produtos necessitam ser estabelecidas para facilitar as compras. A feira é um verdadeiro mosaico. Muitos esquecem mercadorias em barracas e jamais encontram.

Todos sabem que a feira livre acontece em diversos cantos do país. No nordeste é tradição. Quase todas as cidades e vilarejos escalam um dia da semana para se dedicar a feira livre. É um patrimônio cultura, sem duvida, que deve ser preservado. Qualquer mudança deve passar por consulta pública exaustiva. Foi assim que o poder público de Gravatá, Pernambuco, melhorou a organização de sua feira livre em 2012.

Trocas de barracas e lonas deram mais conforto aos feirantes de Gravatá – PE

Após solicitação dos feirantes de Gravatá, o poder público mudou as ferragem e lonas das barracas, ampliou os corredores e se dedicou mais a limpeza da praça depois da comercialização. Sem dúvida, é possível manter os negócios, as tradições com conforto, higiene e mais seguranças para todos que frequentam a feira livre do distrito de Bravo.

Para quem é amante da feira livre, todos os sábados há feira livre em Bravo, das 5h às 15h. Os preços são bons e o bate-papo nos bares também. O Bravo fica a 170 km de Salvador. A principal via é pela Estrada do Feijão, BA 052. A região é famosa pelo saboroso requeijão.

 

 

Vídeo produzido por Zelito Leite

( por Mário Ângelo Barreto)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*